Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Agronegócio
    Relatório de Inteligência
  • Agronegócio
  • 23 de mai. 11

Fumigador: O equipamento de segurança em campo

Em 1969, no estado de Santa Catarina, foi inventado um fumigador que é considerado o mais eficiente nesse tipo de manejo com abelhas agressivas, denominado SC Brasil

Até o ano de 1956, o Brasil utilizava abelhas de ferrão de raças européias, normalmente mansas. Dessa forma, no que diz respeito aos manejos de campo, os equipamentos e materiais de segurança eram simples, frente à docilidade dessas abelhas.

No entanto, a partir daquele ano, a introdução de abelhas africanas no interior de São Paulo para a condução de pesquisas sobre aumento de produtividade, fez com que uma situação singular acontecesse. Ocorreram cruzamentos entre as raças européias e a raça africana, e um indivíduo muito agressivo apareceu. A partir daí, novas regras de segurança no trabalho com abelhas foram exigidas, e surgiram novos equipamentos e materiais, dos quais o fumigador é um dos mais importantes. Em 1969, no estado de Santa Catarina, foi inventado um fumigador que é considerado o mais eficiente nesse tipo de manejo com abelhas agressivas, denominado SC Brasil.

O aparelho, produzido atualmente pela empresa ICEAL, em Rio Negrinho/SC, é maior do que seus antecessores e produz mais fumaça, sendo mais eficiente em sua dispersão do que os outros similares para a execução da tarefa. Para ter maiores informações sobre a segurança no trabalho com abelhas, leia o relatório na íntegra.

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse uma conta!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse uma conta!