Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Comércio
    Relatório de Inteligência
  • Comércio
  • 30 de mar. 12

Medidas para minimizar os impactos do protecionismo da Argentina na importação de calçados.

Atual situação comercial entre Argentina e Brasil.

Há alguns anos o governo argentino tem adotado medidas protecionistas, prejudicando as negociações com diversos setores da economia brasileira. Entre elas cabe ressaltar as quotas de importação de calçados brasileiros em até 15 milhões de pares, prazo encerrado em dezembro de 2011, que podem voltar a ser aplicadas. Outra imposição é o licenciamento não automático de importação (LI), que tem o prazo de análise de até 60 dias, mas que está demorando mais de cinco meses, desencorajando os empresários a comprarem do exterior. A mais recente medida, em vigor desde 1º de fevereiro, impõe uma nova etapa no processo de importação, que é o pedido de importação via Declaração Jurada Antecipada de Importação (DJAI).

Este relatório apresenta detalhadamente a atual situação comercial entre Argentina e Brasil, os motivos da medida protecionista, os impactos e algumas alternativas que os empresários brasileiros podem adotar para ultrapassar essa nova barreira imposta pelo país vizinho.

Confira na íntegra!

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse uma conta!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse uma conta!