Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Comércio
    Relatório de Inteligência
  • Comércio
  • 30 de out. 12

Perfil e comportamento do consumidor on-line

Quanto antes as empresas diversificarem os seus canais de vendas ampliando para o comércio eletrônico, mais experiências e aprendizado obterão

O comércio na internet tem crescido rapidamente no Brasil nos últimos anos. O perfil do público é diversificado e foi mapeado nesse relatório. Os chamados consumidores on-line, segundo dados do IPEA, são das classes A e B, sendo que a classe C tem crescido consideravelmente nesse tipo de consumo.

Compreender esse mercado dará condições às empresas do setor de calçados de se prepararem ou amadurecerem iniciativas para atender com propriedade os seus clientes por canais virtuais.

Pesquisas desenvolvidas no Brasil e apresentadas nesse documento mostram que quem compra mais pela internet são os homens, na faixa etária adulta, entre 25 a 59 anos. Os consumidores têm nível superior e são residentes nas regiões que concentram boa parte do comércio físico.

Outra informação considerada importante é que os consumidores on-line acessam a internet em casa ou no trabalho e possuem familiaridade com as tecnologias relacionadas à internet. Geralmente, os consumidores on-line fazem suas compras mensalmente.

O mercado de vendas on-line está em expansão e ainda é pouco explorado. O IPEA estimou que no Brasil no setor de tecidos, artigos de armarinho, vestuário e calçados existiam somente 204 estabelecimentos virtuais em 2008. Ainda há muito espaço para crescer e para isso é preciso aproveitar e conhecer as oportunidades.

Confira o relatório na íntegra!

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse sua conta!


Gostou? Acesse agora o conteúdo completo!

Acessar Relatório de Inteligência!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse sua conta!