Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Indústria
    Relatório de Inteligência
  • Indústria
  • 20 de fev. 13

Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos: como fazer?

A Política Nacional de Resíduos Sólidos gera economia para os pequenos empreendedores, desde que seja usada a criatividade.

Quando o tema é sustentabilidade boa parte dos pequenos empresários não fazem ideia por onde começar. Desde 2010 foi instituída a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305) em que todas as companhias que geram resíduos perigosos, de limpeza urbana, de saneamento básico, de serviços de saúde, da construção civil e de serviços de transporte são obrigadas a implementar um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS). A única exceção fica com os pequenos negócios que geram apenas resíduos domiciliares.

Apesar da desobrigação de montar um plano de gerenciamento por parte de muitos pequenos negócios isso não significa que não devem existir ações mínimas sustentáveis, como a logística reversa ou a coleta seletiva. Helio Cesar Oliveira da Silva, coordenador do Bacharelado em Administração ? Gestão para Sustentabilidade do Senac-SP, em entrevista à Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios (DATT, 2011), ressalta que ?está na hora de pequenos e médios empresários reverem seus processos, desde a produção até o destino final do produto, passando por sua função social, seu design, embalagem e transporte".

A mentalidade de que a sustentabilidade encarece os custos de produção, por exemplo, impede que os empreendedores busquem novas iniciativas que possam sim gerar lucro. Sem dúvida, trabalhar na perspectiva da sustentabilidade não é uma tarefa fácil. É um desafio diário de análise, conhecimento e iniciativas para o aprimoramento dos processos, mas se engana quem pensa que essas ações estão longe dospequenos negócios. A meta deve ser pensar na redução e no ganho.

Neste relatório, os empresários poderão conferir de forma mais detalhada o que trata a legislação e de que forma ela deve ser seguida, como as empresas são obrigadas a segui-la podem gerar benefícios e serem mais competitivas e, por fim, exemplos de sucesso, que mostram que com força de vontade e a criatividade permitem fazer mais com menos.

Confira o relatório na íntegra!

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse uma conta!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse uma conta!