Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Comércio
    Relatório de Inteligência
  • Comércio
  • 22 de ago. 11

Riscos para o setor calçadista: triangulação chinesa

Investigação sobre Triangulação Chinesa

As autoridades chinesas divulgaram exportações de 13 mil toneladas (38 milhões de pares) para o Brasil, em 2010, enquanto dados da Receita Federal brasileira mencionavam a importação de pouco mais de 3 mil toneladas (9 milhões de pares). Qual o motivo desta disparidade de dados? Quem está informando corretamente? É provável que ambos os valores estejam corretos.

A diferença dos valores se dá, possivelmente, pela prática da triangulação dos produtos que vêm da China, mas que, devido à sobretaxa de antidumping de US$ 13,85 por par de calçado, estão usando a Malásia, Indonésia e Vietnã como plataforma para exportação, evitando assim o pagamento da taxa.

A Abicalçados já entrou com o pedido de investigação junto ao governo brasileiro para checar se o país está realmente sofrendo com a importação desviada. Caso comprovado o desvio, será estendido o direito antidumping aos produtos provenientes dos países supracitados. Outro fator agravante neste cenário é a suspeita de que, para pular a taxa antidumping, além do uso dos países vizinhos, a China tem usado países do Mercosul para enviar as mercadorias ao Brasil.

Para mais informações sobre o tema, leia o relatório na íntegra

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse uma conta!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse uma conta!