Carrinho
Seus carrinho está vazio!
;) Escolher produtos
Comércio
    Alerta
  • Comércio
  • 16 de jun. 20

WhatsApp libera pagamentos dentro do app e Brasil é primeiro país a receber a função

Os parceiros da iniciativa são alguns bancos públicos e privados, além de empresas de cartão de crédito. Confira os detalhes agora mesmo.

Na segunda-feira (15), o WhatsApp anunciou seu novo recurso de pagamento e transferência dentro do aplicativo e que o Brasil é o primeiro país a utilizá-lo. A nova função estará disponível gradualmente para celulares com sistemas operacionais Android e iOS nas próximas semanas.

A princípio, será possível usar cartões de débito ou crédito do Banco do Brasil, Nubank e Sicredi das bandeiras Visa e Mastercard – em parceria com a Cielo, processadora de pagamentos. A empresa, porém, afirmou que o modelo do recurso é aberto e que novos parceiros podem surgir no futuro. Além disso, os pagamentos no WhatsApp são ativados pelo Facebook Pay. As transferências e pagamentos são protegidos por várias camadas de segurança, como o PIN do Facebook Pay ou a biometria em dispositivos que possuem o recurso.

O WhatsApp pretende expandir o recurso de pagamentos para outros países em breve. “Estamos muito animados por disponibilizar os pagamentos no WhatsApp aos nossos usuários em todo o Brasil. Facilitar o envio e o recebimento de dinheiro não poderia ser mais importante em um momento como esse”, disse Matt Idema, diretor de Operações do WhatsApp. Ele ainda ressaltou a importância das pequenas empresas. “Elas são fundamentais para o país. A capacidade de realizar vendas com facilidade no WhatsApp ajudará os empresários a se adaptar à economia digital, além de apoiar o crescimento e a recuperação financeira.”

Como funciona

As transferências de pessoa para pessoa podem ser feitas apenas com cartões de débito. Os usuários podem enviar até R$ 1 mil por transação e receber 20 transações por dia, mas com um limite global de R$ 5 mil por mês. Apenas clientes do Banco do Brasil, Nubank e da Sicredi conseguem enviar ou receber pagamentos, por enquanto. Já o pagamento às empresas não tem limite de valor e pode ser feito com cartões de débito e crédito, mas também só está disponível para clientes das três instituições financeiras citadas acima. Somente transações dentro do Brasil e em reais são autorizadas e os consumidores são isentos de taxas ao realizar transferências ou compras.

Ao vincular uma conta Cielo existente ou criar uma nova e habilitar o Facebook Pay, as pequenas e médias empresas que usam o aplicativo WhatsApp Business podem solicitar e receber pagamentos ilimitados no crédito ou débito, oferecer reembolsos e obter suporte 24 horas por dia. Os comerciantes pagam uma taxa fixa de 3,99% por transação. As taxas da Cielo variam entre 2,39% (débito) a 4,99% (crédito), segundo informações do site da adquirente.


SAIBA MAIS: O Sebrae preparou um e-book com todas as informações que você precisa conhecer sobre essa nova modalidade de pagamento e como usá-la em seu negócio.


ATENÇÃO: No dia 23 de junho, o Banco Central (BC) determinou a suspensão do serviço no Brasil por tempo indeterminado. Essa medida permitirá ao BC "avaliar eventuais riscos para o funcionamento adequado do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) e verificar a observância dos princípios e das regras previstas na Lei nº 12.865, de 2013." Clique aqui e saiba mais.



Fonte: Infomoney, junho de 2020

Você precisa acessar sua conta para aproveitar as soluções do Sebrae! Cadastre-se ou acesse uma conta!


Gostou? Acesse agora o conteúdo completo!

Acessar Alerta!

Outros produtos relevantes

+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
+ Saiba mais
Gratuito
Deseja deixar um comentário, ou perguntar algo para o Sebrae? Você precisa estar logado para comentar ou perguntar! Cadastre-se ou acesse uma conta!